skip to Main Content

um olhar feminista sobre a questão 

Um Olhar Feminista Sobre A Questão 

Apresentação


Pretende-se reflectir sobre as iniciativas locais enraizadas em territórios de baixa densidade do Interior de Portugal, que se assumem como alternativas ao capitalismo neoliberal. Neste leque de alternativas encontramos uma diversidade de agendas, mais transformadoras e em ruptura com o capitalismo, ou mais reformistas e que procuram colmatar as suas insuficiências.


Por se situarem no interior de Portugal, estas iniciativas enfrentam o imaginário que coloca sobre esses territórios o epíteto de “atrasados” e “subdesenvolvidos” ou que lhes concede um estatuto a-histórico, amarrado a um passado supostamente “autêntico”, perdido algures no tempo e cujos vestígios são ainda visitáveis.


Estas iniciativas são atravessadas pela forte pulsão do desenvolvimento, como única forma de organização da vida material e social, reforçada pela visão patriarcal que reduz a economia à sua dimensão mercantil e reconhece apenas o trabalho pago. Esta conjugação entre desenvolvimentismo e patriarcado coloniza os imaginários e dificulta uma análise das iniciativas locais alternativa pautada por critérios não exclusivamente mercantis e que atendam, por exemplo, às práticas centradas na sustentabilidade social e ecológica dos territórios, à criação de laços de sociabilidade ou à construção de uma outra cultura política.


Pretende-se focar especialmente o potencial das iniciativas feministas, pela sua capacidade de desnaturalizar as relações de poder e de ampliar as perspectivas sobre a economia e sobre o trabalho, trazendo à luz outras formas de organização colectiva, centradas na sustentabilidade da vida.



Nota biográfica


Graça Rojão é activista e participa em iniciativas locais há cerca de 25 anos. É directora e co-fundadora da COOLABORA, uma cooperativa de intervenção social criada há 10 anos na Covilhã. É licenciada em Sociologia, tem formação especializada em Cidadania e Igualdade de Género e uma pós-graduação em Gestão de Projectos em Parceria pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra. Presentemente, no âmbito do doutoramento em Sociologia da Universidade da Beira Interior desenvolve uma investigação em torno das “Iniciativas locais alternativas no contexto do capitalismo hegemónico”.

Atividade no âmbito do ECOSOL-CES

Fonte: um olhar feminista sobre a questão 

Deixar uma resposta

Back To Top