skip to Main Content

Sob Traçantes

Sob Traçantes

Resumo


O Brasil vive um dos maiores picos de violência urbana da sua história. A cada 23 minutos, um jovem negro é assassinado no país, vítima de arma de fogo. As capitais nordestinas, lugares de intenso turismo, tornaram-se as cidades mais violentas do país, enquanto o Rio de Janeiro viveu uma intervenção federal que não conseguiu sequer elucidar, até hoje, o assassinato de Marielle Franco. O resultado das últimas eleições são reflexo da política do medo provocada pelo vertiginoso crescimento da violência no país, que legitimou, por exemplo, a flexibilização da compra de armas de fogo por parte de cidadãos comuns.


Este seminário resulta de uma parceria entre a Jabuti Studio, o Cinema Nosso, o Promundo Portugal e o CES-Universidade de Coimbra e tem como objetivo ampliar o nosso olhar sobre a realidade que se manifesta, nesta segunda década do século XXI, nos centros urbanos e nas periferias afetadas por crises de vários tipos, tendo como ponto de partida para o debate curtas metragens que são testemunhos, na primeira pessoa, destas vivências. Sob Traçantes é, por um lado, o retrato deste mundo que não tem projetos para a juventude, que põe toda a sociedade à mercê de traçantes que são globais. Simultaneamente, criarmos um espaço para reflexão, formulação de propostas e ações sobre o modo como, nestes mesmos contextos, o discurso da carência e da ausência se pode (e tem) transformado no discurso e práticas da potência, protagonizado, acima de tudo, pela juventude.


A proposta deste seminário, que conta com a presença do realizador da série Sob Traçantes, Luís Lomenha é, em véspera do Dia Internacional das Mulheres, trazer os testemunhos, em filme, de Marinete da Silva e Anielle Franco, mãe e irmã de Marielle Franco, respetivamente, e os frutos das suas lutas, como o “Papo Franco”, que pretende contribuir para a prevenção de violência contra meninas e mulheres e perpetuar a luta e legado deixados por Marielle.

Programa

14h00: Projeção da curta metragem documental Sob Traçantes


MARINETE DA SILVA | Marinete da Silva, advogada e mãe de 2 filhas. A mais velha, Marielle, foi executada por incomodar os poderosos. Marinete lida com a dor da perda por ter certeza de que a luta da filha deu frutos.


14h45 – 16h00 | Comentários de:
Luis Lomenha, Realizador, Jabuti Filmes (Rio de Janeiro, Brasil)
Mércia Britto, Diretora, Cinema Nosso (Rio de Janeiro, Brasil)
Tatiana Moura, Investigadora, CES/UC e Promundo Portugal

Fonte: Sob Traçantes

Deixar uma resposta

Back To Top