open source tools, software and platforms for scholar-led approaches to open acces


OA Resources

Sessão cinematográfica – «Deserto verde» de Davide Mazzocco

Sessão cinematográfica
«Deserto verde» de Davide Mazzocco
28 de março de 2019, 18h30 – Casa da Esquina (Coimbra)

Sinopse: A monocultura dos eucaliptos é uma das principais causas do incêndio em Pedrógão Grande (Portugal) que em junho de 2017 causou inúmeras vítimas e a destruição de 53.000 hectares de área arborizada. A partir dos depoimentos dos sobreviventes e de um jornalista até à análise do engenheiro zootécnico e ambiental João Camargo, que com extrema precisão combina história, actualidade, botânica, climatologia e economia, em Deserto verde (2018; 59 min) são ilustrados os riscos ambientais e sociais de uma política florestal dedicada à monocultura. É por isso que a história daqueles que levaram a sua aldeia a uma reconversão em nome da biodiversidade se mostra ainda mais preciosa, procurando uma solução para a mudança dos paradigmas ruinosos e inadequados.

Esta é a sexta sessão da segunda edição do ParaDocma uma iniciativa organizada conjuntamente entre a Casa da Esquina, a associação Coimbra em Transição (CeT), o Cine Eco Seia e a Oficina de Ecologia e Sociedade do Centro de Estudos Sociais da UC, em colaboração com outras organizações locais. Temos o privilégio de ter o Cine Eco Seia, principal festival de cinema sobre ambiente em Portugal, como parceiro e de ter direitos sobre exibição livres de filmes premiados em Coimbra. Nesta edição, as sessões serão principalmente na Casa da Esquina e entre Janeiro a Junho de 2019 haverá pelo menos uma sessão noutro local e ao ar livre.

Fonte: Sessão cinematográfica – «Deserto verde» de Davide Mazzocco

Article written by Carlos Ferreira

Formador em TI, criou a WEBNUCLEO, uma micro empresa com perfil de consultora na área da gestão e publicação de conteúdos web. Acumula experiência e conhecimento na implementação de soluções com plataformas como o WordPress, Joomla, Open Journal System e Open Monograph Press.

Be the first to comment

Deixar uma resposta