Participe no Humanidades Digitais.

Se desejar pode submeter aqui um artigo quer seja original ou com ligação para outro website.

Revista Lusófona de Estudos Culturais

Refletir sobre a experiência sonora e o poder expressivo do som é o principal objetivo do primeiro volume de 2018 da Revista Lusófona de Estudos Culturais / Lusophone Journal of Cultural Studies, uma publicação do CECS – Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho. A chamada está aberta até ao dia 30 de novembro de 2017.

Coordenado por Madalena Oliveira, Pedro Portela e Eduardo Vicente, este número acolhe propostas que se inscrevam num dos seguintes tópicos:

  • Música e cultura: semiótica da música, musicologia, etnomusicologia, antropologia da música;
  • Turismo sonoro: sonoridades dos espaços turísticos, paisagens sonoras, os sons das cidades, mapas sonoros;
  • Arte sonora: som e estética, museologia sonora, poesia sonora, instalações sonoras, efeitos sonoros;
  • Som e memória: história oral, capacidade imaginativa do som, sons em risco de desaparecer, som e emoção;
  • Arquitetura e som: configurações sonoras dos espaços, ambiente sonoro, ergonomia acústica, som e decoração;
  • Literacia sonora: cultura do ouvir, som e pedagogia, som e cognição, modos de escutar;
  • Rádio e som: linguagem radiofónica, recursos expressivos, rádio e história sonora, narrativa sonora;
  • Cinema e som: sonoplastia, som e ação, banda sonora, funções narrativas do som;
  • Marketing sonoro: o som das marcas, publicidade e som, logotipos áudio, vozes e identidades sonoras dos produtos;
  • Som e internet: novos formatos sonoros, redes sociais e som, podcasts, som e hipertextualidade.

Mais informação no site da revista, em www.rlec.pt.

Fonte: Revista Lusófona de Estudos Culturais / Lusophone Journal of Cultural Studies

Article written by Carlos Ferreira

Formador em TI, criou a WEBNUCLEO, uma micro empresa com perfil de consultora na área da gestão e publicação de conteúdos. Acumula experiência e diverte-se na implementação de soluções com plataformas de publicação como o WordPress, Joomla, e Open Journal System.

Be the first to comment

Deixar uma resposta