skip to Main Content

Quando Corpo e Cognição são Estigmatizados

Quando Corpo E Cognição São Estigmatizados

Resumo


A exclusão social das Pessoas com Deficiência (PcD) apresenta facetas socioculturais e econômicas complexas, muitas das quais ainda se encontram pouco exploradas academicamente. Mesmo em espaços nos quais a discussão sobre corpos invisibilizados tem repercutido, subsiste a perigosa utilização das condições físicas, cognitivas ou sensoriais dos indivíduos como desculpa coletiva para relegar PcD ao espaço social dos não humanos. A vivência das pessoas com deficiência é permeada pelo descaso do poder público, pelas barreiras atitudinais impostas pela sociedade que institui o modelo do homem padrão e por uma escolha deliberada das organizações privadas no sentido de manter tais sujeitos à margem do consumo. Nesse cenário, o seminário direciona seu foco para a invisibilização e o silenciamento das pessoas com Síndrome de Down e suas famílias nos contextos brasileiro e português. Pretende-se estimular o debate não somente acerca de causas e consequências do estigma social dessas pessoas, mas também instigar reflexões tais como: A que atores sociais serve a manutenção da exclusão de PcD? Qual o papel dos cientistas sociais no rompimento de modelos que individualizam a vivência da deficiência privilegiando a opressão? Quais são os desafios principais para desenvolver estudos acerca da deficiência por meio de epistemologias e metodologias não extrativistas, fundamentadas em relações de sujeito-sujeito e não de sujeito-objeto?



Nota biográfica

Marina Dias de Faria é Doutora em Administração pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Professora Adjunta do curso da Administração Pública da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Atualmente é Pós-Doutoranda no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. Seus interesses de pesquisa enfocam a exclusão social das pessoas com deficiência, bem o debate sobre epistemologias e metodologias capazes de conceder voz a tais indivíduos.

Fonte: Quando Corpo e Cognição são Estigmatizados

Deixar uma resposta

Back To Top