skip to Main Content

O contexto das Incubadoras Tecnológicas de Economia Solidária no Brasil

O Contexto Das Incubadoras Tecnológicas De Economia Solidária No Brasil

Apresentação


O Programa Nacional de Apoio às Incubadoras de Cooperativas (Proninc) foi uma das principais políticas públicas de fortalecimento da Economia Solidária desenvolvidas pela extinta Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes) no Brasil. A partir da avaliação institucional do Proninc, realizada em 2017, discute-se o contexto atual das Incubadoras Tecnológicas de Economia Solidária no país, destacando suas conquistas e desafios em um contexto adverso.

Nota biográfica

Felipe Addor tem graduação e mestrado em Engenharia de Produção (Coppe/UFRJ) e doutorado em Planejamento Urbano e Regional (Ippur/UFRJ). É pesquisador-extensionista do Soltec/UFRJ desde 2003 e, atualmente, Diretor Geral do Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social (Nides/UFRJ). É docente do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia para o Desenvolvimento Social. É organizador do livro Tecnologia e Desenvolvimento Social e Solidário (Editora UFRGS, 2005; reimpressão 2011); da trilogia Pesquisa, Ação e Tecnologia (Editora UFRJ, 2015); e dos dois volumes Incubadoras Tecnológias de Economia Solidária (Editora UFRJ, 2018). É autor do livro Teoria Democrática e Poder Popular na América Latina (Editora Insular, 2016). Atua principalmente nas áreas de Economia Solidária, Assessoria a empreendimentos, Gestão e produção em assentamentos da Reforma Agrária, Políticas Públicas, Democracia Participativa, Metodologias Participativas e Extensão.

Fonte: O contexto das Incubadoras Tecnológicas de Economia Solidária no Brasil

Deixar uma resposta

Back To Top