skip to Main Content

Iniciativas locais de mudança e transformação nos territórios

Iniciativas Locais De Mudança E Transformação Nos Territórios


Resumo


Este seminário, numa parceria entre a Casa da Esquina e o Grupo Ecosol/CES, destina-se à reflexão sobre as “Iniciativas Locais de Mudança”. Este conceito, no contexto português, traz consigo uma ideia, que é a de ser uma prática em interação com as vidas das pessoas nos locais. Fazem parte destas iniciativas associações e/ou grupos informais que insistem em pensar e fazer a transformação em seus territórios. Estas  alternativas têm nomes e cumplicidades: Casa da Esquina, Coolabora, Fundação Gonçalo da Silveira, Fé e Cultura, Rede Inducar, Instituto Politécnico de Leiro, ANIMAR. O ponto de partida deste seminário é um documentário, resultado de um  trabalho que durante alguns meses acompanhou as chamadas “Iniciativas Locais de Mudança (ILM)”, tentando descortinar os fatores que animam seus projetos e as mais-valias que deles decorrem.


Programa


– Apresentação de documentário


– Roda de Diálogo com Filipa Alves (Casa da Esquina), Jorge Cardoso (Fundação Gonçalo da Silveira) e Graça Rojão (Coolabora)


Mediação: José João Rodrigues (Redes Colaborativas do Mondego)


Comentários: Luciane Lucas dos Santos (Ecosol-CES)


 


Notas biográficas


Graça Rojão participa em inciativas locais há mais de 25 anos. É diretora e cofundadora da COOLABORA, uma cooperativa de intervenção social. É Licenciada em Sociologia e presentemente, no âmbito do Doutoramento em Sociologia da Universidade da Beira Interior, desenvolve uma investigação sobre iniciativas locais alternativas em contextos de baixa densidade.


Filipa Alves é formada em Estudos Portugueses e pós-graduada em “Economia Social – Cooperativismo, Mutualismo e Solidariedade” pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (FEUC/UC), tendo frequentado também o Mestrado em Estudos Feministas. Coordena, junto com Sandra Alves, a Casa da Esquina, uma associação cultural que cria dinâmicas de reflexão e debate em diferentes temas e busca a transdisciplinaridade no campo das artes.


Jorge Cardoso coordena a área de Cidadania Global e Desenvolvimento da Fundação Gonçalo da Silveira. É sócio da cooperativa Rede Inducar – organização para a promoção da educação não-formal e da integração social. Integra, também, a Bolsa de Formadores do Alto Comissariado para as Migrações. É formador nos seguintes temas: Educação Intercultural, Desenvolvimento, Cidadania Global, Imigração e Diálogo inter-religioso.


José João Rodrigues é animador sócio-cultural, ativista e dinamizador do Projeto Casa do Sal da Figueira da Foz, que cria produtos e serviços ligados à salinicultura. Organizou e hoje anima as Redes Colaborativas de Produção Local do Baixo Mondego.

Fonte: Iniciativas locais de mudança e transformação nos territórios

Deixar uma resposta

Back To Top