skip to Main Content

Estética(s) Subalterna(s), Gênero e Nu: por uma poética instauradora

Estética(s) Subalterna(s), Gênero E Nu: Por Uma Poética Instauradora

Resumo


As estéticas subalternas têm sido problematizadas enquanto trajetos para se pensar as intersecções entre questões sociais e processos de subjetivação que rompem com determinados sistemas identitários e de exclusão. Essa noção, quando nos referimos às questões de gênero, transpõe valores marcados pelo patriarcado e sujeição femininx, especialmente quando se trata de intervenções marcadas pelas corporeidades de mulherxs. Assim, este seminário pretende refletir, entre outras questões: Que aspectos dimensionam as gestualidades de sujeitxs subalternxs, quando consideradas a partir de hermenêuticas instauradoras? É possível cogitar a poiesis enquanto elemento teórico e trajeto de compreensão das novas corporeidades? Em contextos nos quais o gênero se manifesta enquanto processo coletivo ou individual de (re)existência, poderia ser o nu um signo contemporâneo desta estética subalterna?


Moderação e comentários: Luciane Lucas dos Santos (CES)

Nota biográfica


Mário de Faria Carvalho é Doutor em Sciences Sociales – Paris V (2008). Diplôme détudes Approfondies (DEA) em Ciências Sociais – Université de Caen Basse Normandie (2001). Graduado em Design – Ecole dArchitecture de Grenoble (1996) e pela Universidade Federal de Pernambuco (1992). Professor Associado do Núcleo de Design e Comunicação e Professor Permanente do Programa de Pós-graduação em Educação Contemporânea, ambos da Universidade Federal de Pernambuco / Centro Acadêmico do Agreste. Pesquisador/Membro do CEAQ – Centre dEtude sur lActuel et le Quotidien, da Red Iberoamericana de Investigación en Imaginarios y Representaciones, da Associação Nacional Ylê Setí do Imaginário e do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas sobre o Imaginário. Líder do Grupo de Pesquisas Transdisciplinares sobre Estética, Educação e Cultura (UFPE).

 

Fonte: Estética(s) Subalterna(s), Gênero e Nu: por uma poética instauradora

Deixar uma resposta

Back To Top