Participe no Humanidades Digitais.

Se desejar pode submeter aqui um artigo quer seja original ou com ligação para outro website.

diálogos e tensões – até 31 de janeiro 2018

Organização: Lorena Sancho Querol, Daniel Reis, Elizabete Mendonça

Prazo para envio dos artigos: 31 de janeiro de 2018

Palavras-chave: museus, democracia cultural, cidadania, diálogos interculturais

Neste número temático procuramos reunir contributos que permitam refletir sobre os potenciais usos e apropriações dos museus na promoção da democracia cultural e na mediação dos conflitos socio- e interculturais que configuram o mundo contemporâneo (Pruulmann-Vengerfeld e Runnel, 2014; Meijer-Van Mensch e Tietmeyer, 2013; Bauman, 2009; Hall, 2006; Clifford, 1997).

Perante o percurso histórico do campo da Museologia e a multiplicação de acervos, projetos e tipos de museus, interessa-nos perceber qual o lugar desta instituição na construção dos novos modelos democráticos (IAP2, 2015; Mendonça, 2015; Sancho Querol e Sancho, 2015; UNESCO 2015; Reis 2014), e de que forma esta pode contribuir para o exercício de uma cidadania ativa que reconhece a cultura como eixo vital de desenvolvimento (Dessein et al., 2015; Lord e Lord, 2010) vinculado à valorização:

  1. da Cidadania, com a garantia do direito de acesso e de gestão das suas referências culturais (Camarena Ocampo e Morales Lerch, 2009; Weil, 2002);
  2. da Diversidade, ao reconhecimento as formas de ser e estar locais, sua visibilidade, autoestima e capacidade de ação (UNESCO, 2008; Santos, 2007);
  3. do Simbólico, que estimula o processo criativo, imaginativo e de apropriação (Fabre, 2013; Geertz, 2008);
  4. do Socioeconómico, que estimula o desenvolvimento local e regional (Mendonça, Neco e Nogueira 2015; Varine 2012; Duarte 2012; Karp, Kreamer e Levine 1992; Pearce 1992).

Procuramos assim, divulgar projetos, iniciativas e estudos que contribuam para o alargamento dos conceitos e das práticas associadas ao mundo dos museus, e que se alimentem de perspetivas que ultrapassam as estipuladas pelas políticas de cultura hegemónicas neoliberais que vigoram atualmente a nível nacional.

Este número temático da e-cadernos ces resulta dos diálogos entre três investigadoras/es vinculadas/os ao Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (Portugal), ao Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular (Brasil) e à Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Brasil), e do cruzamento de olhares entre os seus projetos de investigação atualmente em curso nos campos da Museologia e da Democracia Cultural. O número resulta ainda do painel 051 “Museus e Democracia Cultural: tensões, diálogos e sentidos, proposto para o VI Congresso da Associação Portuguesa de Antropologia (que teve lugar em junho de 2016), cujas discussões e sentidos se desenvolveram desde o anterior congresso da referida associação em 2013.

A e-cadernos ces é uma publicação online, com acesso livre, que se baseia num sistema de avaliação por pares e editada pelo Centro de Estudos Sociais. Integra atualmente as seguintes bases: CAPES, DOAJ, EBSCO, ERIH Plus e Latindex. Para mais informações sobre a publicação consulte: https://eces.revues.org/

Todos os textos devem ser submetidos na sua versão completa, em língua portuguesa, inglesa, francesa ou castelhana. Podem ter até 60 mil caracteres no máximo (com espaços), incluindo notas e referências bibliográficas. Para a secção final @cetera, podem ser apresentados outros textos (até 35 mil caracteres), entrevistas e debates (até 25 mil caracteres) ou recensões críticas inéditas (máximo 5 mil caracteres).

As normas detalhadas para submissão dos textos estão disponíveis em http://eces.revues.org/804. As mensagens devem ser enviadas para e-cadernos@ces.uc.pt e indicar explicitamente que se referem ao número temático em questão – “Museus e Democracia Cultural”.

Todos os contributos estarão sujeitos a um processo de arbitragem científica.

Fonte: diálogos e tensões – até 31 de janeiro 2018

Article written by Carlos Ferreira

Formador em TI, criou a WEBNUCLEO, uma micro empresa com perfil de consultora na área da gestão e publicação de conteúdos web. Acumula experiência e conhecimento na implementação de soluções com plataformas como o WordPress, Joomla, Open Journal System e Open Monograph Press.

Be the first to comment

Deixar uma resposta