open source tools, software and platforms for scholar-led approaches to open acces


OA Resources

Curso breve sobre Rosângela Rennó e Veronica Stigger


© Cartaz de Rui Silva.

Nos próximos dias 6 e 7 de março de 2019, entre as 14h00 e 17h00, na Sala do Instituto de Estudos Brasileiros (5º piso, FLUC), Mario Cámara (Universidade de Buenos Aires) leciona o curso breve “O Que o Tempo Traz: Memórias e Histórias em Rosângela Rennó e Veronica Stigger”. Trata-se de uma atividade organizada pelo Instituto de Estudos Brasileiros, Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura, Centro de Literatura Portuguesa e Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas da Universidade de Coimbra.

Mario Cámara é Professor de Literatura Brasileira na Universidade de Buenos Aires, Professor de Teoria e Análise Literária na Universidade das Artes e Investigador Independente no Conselho Nacional de Investigação Científica. O seu último livro publicado é Restos épicos. Relatos e imágenes en el cambio de época (2017, Buenos Aires).

Parte 1: Rosângela Rennó

Pretende-se dar uma visão do trabalho da artista brasileira Rosângela Rennó, analisando principalmente seu trabalho com fotografias de vários arquivos estaduais e privados, e refletindo sobre as problematizações que seu trabalho propõe em relação às políticas de memória e esquecimento das classes populares e marginais na história brasileira do século XX.

Bibliografia

  1. Benjamin, Walter. Origen del drama barroco alemán. Buenos Aires: Editorial Gorla, 2012.
  2. Benjamin, Walter. Libro de los pasajes. Madrid: Akal, 2005.
  3. Didi-Huberman, Georges. La imagen superviviente. Historia del arte y tempo de los fantasmas según Aby Warburg. Madrid: Abada Editores, 2009.
  4. Barthes, Roland. La cámara lúcida. Nota sobre la fotografía. Buenos Aires: Paidos, 2017.
  5. Benjamin, Walter. Breve historia de la fotografía. España: Casimiro, 2011.
  6. Cadava, Eduardo. Trazos de luz. Tesis sobre la fotografía de la historia. Santiago de Chile: Palinodia, 2014.
  7. Didi-Huberman, Georges. Pueblos expuestos, pueblos figurantes. Buenos Aires: Manantial, 2014.
  8. Freund, Gisèle. La fotografía como documento social. Barcelona: Gedisa, 1993.
  9. Foucault, Michel. Saber y verdad. Madrid: Ediciones La Piqueta, 1991.
  10. Kay, Ronald. N.N. Autopsia (rudimentos teóricos para una visualidad marginal). Buenos Aires: Centro de Arte y Comunicación. 1988.
  11. Melendi, Maria Angelica. “Arquivos do mal – mal de arquivo”. In Suplemento
  12. Literário nº 66. Belo Horizonte, 2000.
  13. Miceli, Sergio. Imagens Negociadas: Retratos Da Elite Brasileira, 1920-40. San Pablo: Companhia das Letras, 1995.
  14. Sekula, Allan. “The body and the Archive”, in October nº 39. New York: MIT Press, 1986.

Parte 2: Veronica Stigger

Pretende-se analisar a produção literária e a obra crítica e curatorial de Veronica Stigger, tomando como eixo o seu romance Opisanie świata (2013). Esse romance será pensado como uma invenção-recriação de uma narrativa alternativa do modernismo paulista do século passado, que trajetórias alternativas, e permite construir novas narrativas, principalmente através de três figuras: o escritor Raul Bopp, e os artistas Flávio de Carvalho e Maria Martins.

Bibliografia

  1. Antelo, Raúl. Maria com Marcel. Ducham nos trópicos. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.
  2. Laddaga, Reinaldo. “Maria con Marcel en los trópicos. Duchamp en los trópicos”, Revista Iberoamericana nº 220, 2007.
  3. Prado, Paulo. “Prólogo”, in Oswald de Andrade. Pau Brasil (edición facsimilar). San Pablo, 2004.
  4. Sterzi, Eduardo. “Com Maria e Marcel a margem”, Sopro nº 32, 2010. (http://culturaebarbarie.org/sopro/resenhas/mariacommarcel.html).
  5. Stigger, Veronica. Opisanie Swiata. San Pablo: Cosacnaify, 2013.
  6. Stigger, Veronica. Delírio de Damasco. Florianopolis: Sopro, 2012.
  7. Stigger, Veronica. Os anões. San Pablo: Cosacnaify, 2010.
  8. Stigger, Veronica. Massamorda. San Pablo: Dobra teatro, 2011.
  9. Stigger, Veronica. “Não te esqueças nunca que eu venho dos trópicos. Mito e nação em Maria Martins”. Letterature d’Amerique V. XXVI, 2006.
  10. Stigger, Veronica. “Retratos da morte: a série trágica em Flávio de Carvalho”. Revista de crítica cultural, volumen 4, nº 2. Florianopolis, diciembre 2009.
  11. Stigger, Veronica. “Maria Martins: metamorfoses”, in Maria Martins: Metamorfoses. San Pablo, MAM, 2013.

[Mario Cámara]


Fonte: Curso breve sobre Rosângela Rennó e Veronica Stigger

Article written by Carlos Ferreira

Formador em TI, criou a WEBNUCLEO, uma micro empresa com perfil de consultora na área da gestão e publicação de conteúdos web. Acumula experiência e conhecimento na implementação de soluções com plataformas como o WordPress, Joomla, Open Journal System e Open Monograph Press.

Be the first to comment

Deixar uma resposta