A Arte e as Epistemologias do Sul – condições para um discurso transgressor e um direito emancipatório

Seminário
A Arte e as Epistemologias do Sul – condições para um discurso transgressor e um direito emancipatório.

Paola Cantarini Guerra (CES) – 12 de novembro de 2018, 14h00

Resumo

O presente artigo envolve as pesquisas desenvolvidas em sede de pós-doutoramento junto ao CES – Centro de Estudos Sociais, fazendo parte integrante do relatório de atividades de pós-doutoramento. Visa-se, em um primeiro momento, traçar algumas articulações em torno do pensamento de Boaventura de Sousa Santos, ao propor a ecologia dos saberes, a tradução intercultural e as Epistemologias do Sul, em cotejo com o pensamento de Michel Foucault, ao propor a recuperação dos saberes assujeitados e a conjugação do saber científico ao saber popular. Em um segundo momento, pretende-se analisar se seria possível postular por um outro direito e outra política contra-hegemônicos, diante das quatro formas principais de fascismo social em que vivemos e em um regime capitalista. Questiona-se, como pode ser o direito emancipatório e transgressor? Como articular a arte à política sem que ocorra a estetização da política e a politização da arte, a partir da análise das Epistemologias do Sul, recuperando experiências da vida que foram suprimidas, desperdiçadas ou negadas?

Nota biográfica

Paola Cantarini Guerra – Advogada, professora universitária, artista plástica. Mestre e doutora em Direito pela PUCSP, doutora em Filosofia do Direito pela Universidade de Salento, pós-doutoranda junto ao CES – Centro de Estudos Sociais, Universidade de Coimbra, Núcleo de Estudos sobre Democracia, Cidadania e Direito. Possui diversos artigos e livros publicados, com destaque para Teoria Poética do Direito, em coautoria com Willis S. Guerra Filho, Teoria Erótica do Direito, Princípio da proporcionalidade como resposta à crise autoimunitária do direito, sendo o mais recente Direito, Sociedade e cultura.

Fonte:  A Arte e as Epistemologias do Sul – condições para um discurso transgressor e um direito emancipatório

Article written by Carlos Ferreira

Formador em TI, criou a WEBNUCLEO, uma micro empresa com perfil de consultora na área da gestão e publicação de conteúdos web. Acumula experiência e conhecimento na implementação de soluções com plataformas como o WordPress, Joomla, Open Journal System e Open Monograph Press.

Be the first to comment

Deixar uma resposta