33ª sessão de ‘Sem casas não haveria ruas’ dedicada aos EUA

A 33ª sessão da iniciativa ‘Sem casas não haveria ruas’ está agendada para o dia 7 de Abril, pelas 18h30, na Casa Fernando Pessoa, prosseguindo a leitura de livros proibidos, censurados ou de algum modo silenciados, actualmente, no mundo. Uma sessão, desta feita, dedicada aos EUA, que cruzará os caminhos da auto-censura na “terra da liberdade”, com a participação de Isabel Lucas e Paulo Faria.

«A autocensura na “terra da liberdade”. Todos os anos a Associação Americana de Bibliotecas recebe centenas de denúncias de tentativas de proibição de livros nos EUA. E todos os anos publica a lista dos livros mais perseguidos no país. A maioria destas iniciativas, sobretudo de pais junto de escolas e bibliotecas, não tem seguimento. Mas faz parte de uma tendência de sobreprotecção que atravessa a sociedade norte-americana, e chega às universidades, onde grupos de estudantes, nomeadamente de literatura, já vieram exigir que se rotulem certos livros – em geral obras-primas – com a advertência de “perigo” para o “bem-estar mental”.»

O ciclo de leituras Sem casas não haveria ruas é uma parceria entre a Casa Fernando Pessoa, a Fundação José Saramago e a editora BOCA.

Fonte: 33ª sessão de ‘Sem casas não haveria ruas’ dedicada aos EUA

Article written by Carlos Ferreira

Formador em TI, criou a WEBNUCLEO, uma micro empresa com perfil de consultora na área da gestão e publicação de conteúdos web. Acumula experiência e conhecimento na implementação de soluções com plataformas como o WordPress, Joomla, Open Journal System e Open Monograph Press.

Be the first to comment

Deixar uma resposta